SEJA BEM VINDO
MENU
O seguro de vida com perda de renda tem por objetivo o pagamento ao segurado, limitado ao valor contratado, de uma indenização devido ao afastamento total, contínuo e temporário, de sua profissão. O seguro de vida com perda de renda tem sido muito procurado nesses tempos de crise, principalmente por profissionais liberais (médicos, advogados) e autônomos. Esse tipo de seguro garante ao segurado uma renda temporária, caso ele precise ficar afastado do trabalho por algum motivo, como doença ou acidente, por exemplo. O mercado de seguro de vida com perda de renda vem crescendo muito ultimamente, visto que o país encontra-se em uma situação financeira ainda muito instável. A pessoa que não pensava nisso, quando conhece esse tipo de seguro começa a pensar nessa possibilidade (de perda de renda) e acaba considerando a contratação dessa cobertura. Especialistas em seguros afirmam que momentos de incerteza financeira, como o que vivemos atualmente, colaboram para desmistificar o fato de que um seguro de vida só pode ser usado quando acontece a morte do titular. Hoje em dia, o seguro de vida com perda de renda tem apólices que oferecem cobertura de renda em caso da incapacidade temporária, conforme já mencionado. A demanda por essa cobertura não deve sofrer grandes alterações devido ao cenário econômico. O seguro prestamista, por exemplo, é uma modalidade que quita empréstimos, financiamentos e até parcelamentos de compras, no caso de morte ou invalidez. Mas existem empresas que oferecem esse tipo de seguro para quem perdeu o emprego e não pode arcar com as dívidas. Mas o consumidor deve ficar atento a um detalhe: conseguir um seguro desse tipo não é fácil, pois as seguradoras geralmente exigem carteira assinada e vínculo empregatício de, pelo menos, 12 meses. E a demissão deve ter sido sem justa causa.

História dos nossos clientes

Cláudio Morais, 40 anos, trabalha como autônomo, na área de filmagens de eventos e edição de vídeos para pessoas físicas e jurídicas. Quando conheceu o seguro de vida com perda de renda, logo se interessou e começou a pagar um. Não demorou muito para que um acidente de motocicleta o deixasse afastado de suas funções por quase 2 meses. Nesse tempo, ele teve todas as suas despesas cobertas pelo seguro e pôde se recuperar tranquilamente do acidente, voltando a trabalhar quase três meses depois. Cláudio afirma que jamais deixará de pagar um seguro de vida com perda de renda. “Tive tempo de me recuperar do acidente tendo todas as minhas despesas cobertas, e isso foi muito bom para mim. Daí, aconselho a todos os profissionais liberais e autônomos a fazerem um seguro desse tipo”, concluiu Cláudio.

FAÇA UM ORÇAMENTO SEM COMPROMISSO. Seguro de Vida com Perda de Renda.